PUBLICIDADE
Topo

Mulher escala pedestal da Estátua da Liberdade durante protesto e é detida

04/07/2018 21h06

Nova York, 4 jul (EFE).- Uma mulher foi detida após escalar o pedestal da Estátua da Liberdade, em Nova York, durante um protesto contra a polícia migratória dos Estados Unidos (ICE) nesta quarta-feira, quando é comemorado o dia da independência do país.

A ativista ficou aos pés da estátua por cerca de três horas, até que, convencida por policiais, deixou o local sem o uso de força e com o auxílio de um conjunto de cordas de segurança montado por eles.

Antes de a mulher - cuja identidade não foi revelada pelas autoridades - subir ao pedestal, um grupo de sete manifestantes do movimento Rise and Resist estendeu uma faixa pedindo a extinção da ICE em um dos muros em torno da estátua. O incidente fez com que a polícia isolasse a ilha na qual fica o monumento.

A manifestante também é integrante do grupo, mas escalou o pedestal por conta própria, sem que isso tenha sido planejado, disse um dos organizadores do Rise and Resist, Martin Joseph Quinn, em entrevista à rede de televisão "CNN".

"Ela escalou sem nosso conhecimento. Não era parte da nossa ação. Nós estamos profundamente preocupados com sua segurança", afirmou Quinn.

Segundo fontes da polícia ouvidas pela rede "NBC", a mulher teria dito que não desceria voluntariamente até que não fossem libertados "todas as crianças" que foram separadas dos pais que são imigrantes ilegais enquanto tentavam entrar no país.