PUBLICIDADE
Topo

Exército sírio expulsa rebeldes de cidade em Deraa, no sul do país

05/07/2018 10h20

Cairo, 5 jul (EFE).- As forças governamentais da Síria recuperaram nesta quinta-feira o controle da cidade de Saida, no leste da província de Deraa, após o reatamento dos ataques pelo fracasso das negociações entre as facções rebeldes e a Rússia, aliada de Damasco, informaram ativistas.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) afirmou que as tropas do governo sírio expulsaram os rebeldes da cidade de Saida após os bombardeios intensos e os disparos de artilharia que vêm ocorrendo desde ontem pela tarde.

Além disso, o OSDH acrescentou que as forças estão a menos de seis quilômetros de uma passagem fronteiriça com a Jordânia.

Em Saida morreram hoje seis integrantes de uma mesma família, entre eles quatro menores de idade e uma mulher, pelos bombardeios de aviões sírios e russos, segundo o OSDH.

Os aviões de combate sírios e russos lançaram hoje mais de 600 ataques sobre vários pontos da província de Deraa com o objetivo de avançar na ofensiva, que começou em 19 de junho.

Representantes da Rússia e das facções opositoras se reuniram nos últimos dias para tentarem chegar a um acordo de cessar-fogo na região, mas as negociações fracassaram.