PUBLICIDADE
Topo

Internacional

ONU votará nesta sexta-feira possível embargo de armas ao Sudão do Sul

12/07/2018 20h32

Nações Unidas, 12 jul (EFE).- O Conselho de Segurança da ONU votará nesta sexta-feira uma proposta dos Estados Unidos para impor um embargo de armas ao Sudão do Sul, uma medida que durante anos dividiu as potências internacionais.

Se for adotada, a resolução ampliaria ainda as sanções contra o país africano, incluindo nelas mais líderes sul-sudaneses que Washington considera responsáveis pelo conflito.

Os EUA precisam reunir pelo menos o apoio de outros oito países e que não haja vetos por parte dos outros membros permanentes (China, Rússia, França e Reino Unido) para desenvolver o texto.

O Conselho de Segurança rejeitou em dezembro de 2016 a imposição de um embargo de armas ao Sudão do Sul, quando uma proposta americana não chegou a receber os nove votos mínimos que se requerem para aprovar uma resolução.

No último mês de maio, também por iniciativa de Washington, o Conselho adotou outra resolução na qual ameaçava o Sudão do Sul com novas sanções se não houvesse rapidamente uma cessação das hostilidades entre o governo e a oposição armada.

O texto que será votado amanhã dá prosseguimento a essa advertência, mas por enquanto não está claro se será aprovado, pois a ideia do embargo de armas segue dividindo os Estados-membros.

Entre outros, a Rússia se mostrou contra a estratégia americana por considerar que impor novas sanções quando as partes estão negociando seria contraproducente.

O conflito no Sudão do Sul explodiu em dezembro de 2013 entre as forças do presidente Salva Kiir, da etnia dinka, e as leais ao seu então vice-presidente, Riek Machar.

Ambos alcançaram um acordo de paz em Adis-Abeba em 2015 que levou à criação de um governo de unidade, mas em 2016 a violência retornou com intensidade.

Uma cessação de hostilidades entrou em vigor em todo o país em dezembro do ano passado, mas desde então tanto o exército como os rebeldes se acusaram mutuamente pela continuação dos ataques.

Internacional