PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Cúpula da Aliança do Pacífico busca fortalecimento da América Latina

24/07/2018 17h06

Puerto Vallarta (México), 24 jul (EFE).- A 13ª Cúpula da Aliança do Pacífico foi formalmente aberta nesta terça-feira pelo presidente do México, Enrique Peña Nieto, com a prioridade de consolidar o fortalecimento e a integração da América Latina.

Peña Nieto destacou o encontro apresenta a oportunidade de constatar os avanços que foram realizados e enumerar as tarifas que ainda devem ser realizadas para continuar promovendo uma integração cada vez mais profunda entre os países da região.

"Em só sete anos de vida, as conquistas da nossa Aliança superaram amplamente as nossas expectativas. Liberamos 96% do nosso comércio de bens, o que se traduziu em novas oportunidades para nossos setores produtivos e para nossas sociedades", avaliou.

Para aprofundar ainda mais os vínculos com o mercado internacional, o presidente mexicano revelou que a Aliança do Pacífico está negociando acordos comerciais com Austrália, Canadá, Nova Zelândia e Singapura.

"Sabemos, no entanto, que uma integração profunda significa muito mais do que a liberalização comercial. Ao longo de sete anos trabalhamos para remover barreiras nos mais diversos âmbitos e para desenvolver uma relação cada vez mais próxima entre nossos países", destacou Peña Nieto.

Segundo o presidente mexicano, os trabalhos da cúpula serão decisivos para o desenvolvimento da Aliança do Pacífico e para o futuro da região latino-americana. Por isso, Peña Nieto explicou que os líderes do bloco discutirão três tarefas prioritárias.

"A primeira é garantir que a consolidação da Aliança do Pacífico conduza ao fortalecimento da América Latina no seu conjunto, estreitando os laços de cooperação e troca com o Mercosul", disse.

A segunda tarefa, explicou Peña Nieto, prevê aprofundar os vínculos da Aliança do Pacífico com os países observadores e com os futuros associados com base nos princípios da abertura comercial.

"Temos que manter uma visão pragmática e flexível em todas as atividades da Aliança do Pacífico, privilegiando sempre a obtenção de resultados concretos", continuou Peña Nieto.

O encontro reúne no balneário de Puerto Vallarta, no estado de Jalisco, os presidentes de Colômbia, Chile e Peru, os quatro países que formam a Aliança do Pacífico. O presidente Michel Temer também participa do encontro junto com outros líderes do Mercosul.

Internacional