PUBLICIDADE
Topo

Internacional

EUA vê China como uma das ameaças existentes na região Indo-Pacífico

24/07/2018 16h16

Washington, 24 jul (EFE).- Os Estados Unidos incluíram a China como uma das várias ameaças existentes na região Indo-Pacífico devido à crescente presença militar de Pequim no Mar do Sul da China, um movimento que gera preocupação em Washington.

"Passamos muito tempo falando de como defender a região Indo-Pacífico, onde existem várias ameaças, entre elas a China", disse o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em entrevista coletiva ao término de uma cúpula ministerial com a Austrália.

Pompeo alertou que ninguém deve subestimar o interesse americano na região e destacou a importância de ter os EUA como aliado.

"Nossa preocupação é que zonas que nunca foram militarizadas foram militarizadas pela China", destacou o secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, ao ser perguntado sobre a região.

A ministra de Relações Exteriores da Austrália, Julie Bishop, que acompanhava a ministra de Defesa do país, Marise Payne, ressaltou a importância dos laços do país com os EUA, apesar de ressaltar que nem sempre os dois governos estão em acordo.

"Defendemos o cumprimento das leis internacionais e uma região Indo-Pacífico livre e segura", concluiu Payne.

No Mar do Sul da China, Brunei, China, Filipinas, Malásia, Taiwan e Vietnã reivindicam total ou parcialmente as Ilhas Spratly, um arquipélago rico em gás e petróleo.

Internacional