PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Eleições no Paquistão começam com Shahbaz Sharif e Imran Khan como favoritos

25/07/2018 01h46

Islamabad, 25 jul (EFE).- Os colégios eleitorais do Paquistão abriram nesta quarta-feira suas portas às 8h (horário local, 0h de Brasília), para as eleições gerais do país, onde são esperados aproximadamente 105 milhões de eleitores.

As televisões locais mostraram aos primeiros eleitores depositando suas cédulas em algumas das 85 mil seções eleitorais que estarão abertas até às 18h (horário local, 10h de Brasília).

Cerca de 800 mil soldados e policiais foram mobilizados para garantir a segurança após vários atentados durante a campanha eleitoral terem causado aproximadamente 180 mortes.

Os favoritos para as eleições são Shahbaz Sharif, líder da Liga Muçulmana do Paquistão (PML-n), partido que acaba de finalizar um mandato, e ex-jogador de críquete Imran Khan, do Pakistan Tehrik-e-Insaf (PTI).

Os partidos políticos, grupos de direitos humanos e veículos de imprensa lançaram acusações de "manipulação" das eleições por parte dos "poderes estabelecidos", um termo que se refere aos militares no país asiático.

A PML-n denunciou casos legais contra seus membros, pressões para deixar o partido e assédio para evitar que a legenda retorne ao poder após conseguir uma maioria absoluta em 2013.

Nawaz Sharif, líder da PML-n e irmão de Shahbaz, está preso cumprindo uma condenação de 10 anos por corrupção.

É a segunda eleição na história do país onde um governo acaba um mandato e dá lugar a um novo Executivo, após ter sido governado por ditaduras militares metade dos seus 71 anos de história desde sua fundação, em 1947.

Internacional