PUBLICIDADE
Topo

Estrela de Trump no Calçada da Fama de Hollywood é destruída pela segunda vez

25/07/2018 14h19

Los Angeles (EUA), 25 jul (EFE).- A estrela na Calçada da Fama de Hollywood do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi destruída na madrugada desta quarta-feira por um ativista com uma picareta.

Segundo a polícia de Los Angeles, na Califórnia, o responsável foi um jovem de 25 anos, que se entregou às autoridades e foi detido por vandalismo, mas que não teve sua identidade divulgada.

"Ele ligou para a polícia, contou que tinha destruído a estrela de Donald Trump e basicamente disse: 'Vejo vocês em breve'", revelou a tenente Karen Leong em entrevista ao jornal americano "Los Angeles Times".

Esta é a segunda vez em menos de dois anos que a estrela do presidente é destruída. A primeira foi em outubro de 2016, quando ainda era candidato à Casa Branca. Na época, um homem identificado como Jamie Otis usou um martelo para danificá-la e afirmou que sua intenção era leiloar o símbolo e doar o dinheiro para as mulheres que tinham acusado Trump de assédio sexual.

Jamie foi condenado a três anos de prisão, em liberdade condicional, 20 dias de serviço comunitário e teve que pagar uma multa de US$ 4,4 mil (R$ 16,3 mil) pelos danos.

O presidente dos EUA ganhou a estrela na Calçada da Fama em 2007, antes de entrar para a política, por sua participação no programa "O Aprendiz".

As manifestações no local contra Trump não são raras. Em janeiro deste ano, uma pessoa pintou uma suástica sobre seu nome. Em junho, a estrela apareceu com um grafite pedindo "silêncio". Um mês depois, ativistas instalaram um pequeno cercado com arame ao seu redor, em referência ao muro defendido por Trump para separar os EUA do México.