PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Sobe para 156 número de mortos em combates e atentados no sul da Síria

25/07/2018 12h02

Beirute, 25 jul (EFE).- Pelo menos 156 pessoas, entre combatentes e civis, morreram nesta quarta-feira em diferentes atentados cometidos na cidade de As-Swayda, no sul da Síria, e em combates entre as forças governamentais e o grupo terrorista Estado Islâmico (EI), informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Segundo a ONG, entre as vítimas há 62 civis e 94 combatentes, a maioria provenientes dos povoados dos arredores da cidade de As-Swayda.

O número de mortos pode aumentar devido à gravidade de alguns dos feridos e às pessoas que ainda estão desaparecidas.

Além disso, a ONG afirmou que alguns civis foram sequestrados por milicianos do EI e transferidos até território controlado pelos jihadistas no deserto do norte de As-Swayda.

Segundo a apuração do Observatório, 38 jihadistas morreram, entre eles os quatro terroristas que acionaram coletes com explosivos nesta manhã em diferentes pontos de As-Swayda.

A agência de notícias oficial síria, "SANA", informou que um dos suicidas se explodiu em uma área próxima a um mercado, enquanto as forças de segurança mataram outros dois antes que fizessem o mesmo.

A fonte oficial não detalhou o número de mortos e feridos nos ataques e acrescentou que unidades do exército repeliram ataques lançados pelos terroristas do EI nos povoados de Al-Matuna, Duma, Taima e Al Shibki.

Internacional