PUBLICIDADE
Topo

Voo da Air China com destino a Pequim retorna a Paris após ameaça terrorista

26/07/2018 23h49

(Atualiza com últimos dados).

Pequim, 26 jul (EFE).- Um voo da companhia Air China que cobriria a rota entre Paris e Pequim foi obrigado nesta quinta-feira a retornar à capital francesa depois de decolar por conta de uma ameaça terrorista que se revelou falsa, segundo informou a companhia aérea.

"A Air China recebeu uma mensagem terrorista suspeita. O voo CA876 retornou a Paris a salvo, com o avião e os passageiros em perfeitas condições", publicou a companhia no seu perfil da rede social Weibo, o equivalente ao Twitter no país asiático, sem que tenham dado mais detalhes da ameaça e nem de sua procedência.

Horas depois, a empresa confirmou que a ameaça era falsa e que os passageiros estavam descansando em uma sala de espera do aeroporto Charles de Gaulle aguardando a conclusão da inspeção de segurança no avião, para posteriormente ser recolocados em um novo voo.

Em um vídeo ao qual teve acesso o jornal de Hong Kong "South China Morning Post", supostamente gravado no interior do avião após a aterrissagem em Paris, vários policiais e cachorros da polícia rastrearam a aeronave ao mesmo tempo que os passageiros desembarcavam pelas escadas.

O avião, um Boeing 787-9, deveria chegar ao terminal 3 do aeroporto de Pequim às 4h45 da madrugada na China (22h45, de Paris).