Funcionário de companhia aérea rouba avião nos EUA que cai após decolagem

Washington, 11 ago (EFE).- Um funcionário de uma companhia aérea no Aeroporto Internacional de Seattle-Tacoma (Washington, Estados Unidos), roubou na sexta-feira um avião da Horizon Air, decolando sem permissão e caindo pouco tempo depois, em uma ação suicida, informaram as autoridades.

O avião roubado, com capacidade para 76 passageiros, estava vazio.

"Um funcionário da companhia aérea realizou uma decolagem sem autorização em Seattle-Tacoma. A aeronave caiu ao sul do estreito de Puget Sound", informou o aeroporto, em sua conta do Twitter.

Segundo o Departamento do Xerife do condado de Pierce, o autor do roubo era "um mecânico de uma companhia aérea", de 29 anos, que atuou sozinho, e sua ação não tinha fins terroristas.

A Alaska Airlines, que controla a Horizon Air, também utilizou o Twitter para afirmar que o avião estava vazio: "Acreditamos que não havia passageiros ou tripulantes a bordo, além da pessoa operando o avião".

A aeronave que caiu era do modelo Bombardier Q400, de fabricação canadense.

A mídia americana afirmou que logo após o roubo ter sido divulgado, por volta das 20h (hora local), dois aviões militares caça F-15 decolaram de Portland (Oregon) para interceptá-lo.

O avião caiu cerca de 15 minutos depois de iniciar seu voo na ilha de Ketron, entre Tacoma e Olympia, segundo informou o Departamento do Xerife do condado de Pierce.

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o avião roubado fazendo piruetas no ar seguido de um dos F-15.

"As acrobacias que estava fazendo no ar ou a falta de noção de voo ocasionaram o acidente", afirmou o xerife.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos