PUBLICIDADE
Topo

Concessionária paga 714 mil euros a famílias afetadas por acidente em Gênova

25/08/2018 13h22

Roma, 25 ago (EFE).- A concessionária italiana Autostrade per l'Italia, filial do grupo Atlantia, informou neste sábado que já forneceu ajudas econômicas no valor de 714 mil euros a 74 famílias afetadas pelo desabamento da ponte Morandi em Gênova, que causou 43 mortes.

A concessionária deve aumentar esta soma até 1,5 milhão de euros antes de segunda-feira para atender às outras famílias afetadas por esse acidente.

Esta é a primeira contribuição da Autostrade, que já anunciou que mobilizará um fundo de 500 milhões de euros para reconstruir a ponte Morandi em oito meses.

O Ministério Público de Gênova está realizando investigações para esclarecer as causas do acidente ocorrido em 14 de agosto. Além disso, o Ministério de Infraestruturas e Transportes da Itália estabeleceu uma comissão paralela para também averiguar o desabamento.

O governo italiano considera a Autostrade responsável pelo acidente, pois acredita que a concessionária não realizou os controles necessários para garantir a segurança da ponte, e anunciou o início de um processo para estudar a possível revogação da concessão.

Por outro lado, a Atlantia, matriz da Autostrade, informou recentemente que avaliará o impacto negativo no grupo e nos acionistas causado pela exteriorização constante por parte do governo da Itália de notícias relacionadas com a Autostrade e o acidente em Gênova.