PUBLICIDADE
Topo

Atentado no Quênia mata cinco soldados e deixa outros 10 feridos

29/08/2018 09h57

Nairóbi, 29 ago (EFE).- Pelo menos cinco soldados do Exército do Quênia perderam a vida e outros dez militares ficaram feridos nesta quarta-feira em um atentado perto da fronteira com a Somália, do qual suspeita-se que tenha sido cometido pelo grupo terrorista somalí Al Shabab, informam veículos de imprensa locais.

O incidente ocorreu na manhã de hoje por volta das 8h local (2h, em Brasília) quando uma bomba explodiu durante a passagem de um veículo militar na estrada que une as localidades de Kiunga e Sankuri, no condado de Lamu (nordeste).

Segundo o porta-voz do Exército queniano, o coronel Paul Njuguna, o contingente estava em uma missão humanitária e transportava água para os residentes da zona.

Estes soldados faziam parte da operação conhecida como Linda Boni, lançada pelo Governo em 2015 para tentar limpar as florestas da região contígua com a Somália de jihadistas do Al Shabab.

Os ataques do Al Shabab contra soldados quenianos são frequentes na zona fronteiriça entre estas duas nações da África Oriental.

O Quênia é um dos países que fornecem soldados às tropas internacionais que tratam de impedir que a organização jihadista controle mais território na Somália.

O último destes atentados aconteceu há três semanas em uma ponte situada também no condado de Lamu, e no mesmo seis soldados foram assassinados e outros cinco ficaram feridos.