PUBLICIDADE
Topo

Queima de 3.000 pneus usados contamina comuna de Santiago com fumaça tóxica

30/08/2018 17h26

Santiago do Chile, 30 ago (EFE).- O incêndio em um armazém no qual eram guardados cerca de 3.000 pneus usados em uma comuna de Santiago do Chile gerou uma grande coluna de "fumaça tóxica" que pode ser vista a vários quilômetros e que, segundo as autoridades, "durará o dia todo".

O incidente começou na manhã desta quinta-feira na comuna de Maipú e obrigou a evacuação dos alunos de um colégio e dos ocupantes de cerca de 20 casas da região, um descampado de vários hectares, 30 quilômetros ao sudeste de Santiago.

Após a declaração de emergência, a prefeita desse município, Cathy Barriga, afirmou no local que o incêndio foi intencional e responsabilizou um grupo de moradores que realizou um protesto esta manhã.

Por sua parte, a governadora da região metropolitana de Santiago, Karla Rubilar, que também chegou ao local do incidente, afirmou aos jornalistas que "estamos diante de um incêndio de grande magnitude que está sendo controlado por muitas unidades de bombeiros, mas a água não é suficiente, razão pela qual estamos esperando a espuma que evita a expansão das chamas".

"Estamos falando de um incêndio que vamos ter o dia todo e a extinção do fogo é complexa", acrescentou Rubilar, ressaltando que "o que mais nos preocupa é que são pneus, o que deixa a fumaça altamente tóxica".

Além disso, a autoridade regional pediu aos moradores que adotem medidas de segurança, como o fechamento janelas e o uso de lenços úmidos nas vias respiratórias.