PUBLICIDADE
Topo

Talibãs afegãos ameaçam tropas holandesas por concurso de caricaturas

30/08/2018 15h06

Cabul, 30 ago (EFE).- Os talibãs afegãos ameaçaram nesta quinta-feira as tropas holandesas desdobradas no país que fazem parte de uma missão da Otan de assessoria às tropas afegãs, depois que um parlamentar da Holanda propôs um concurso de caricaturas do profeta Maomé.

O porta-voz talibã Zabihullah Mujahid pediu em comunicado às forças afegãs que "preparem o caminho aos Mujahidins para que cheguem às tropas infiéis para um enfrentamento pela profanação contra o profeta".

Além disso, reivindicou aos órgãos de segurança de Cabul que eles mesmos ataquem os soldados holandeses em resposta a um concurso que consideram "hostil" e "blasfemo".

"O Governo holandês, seus soldados e todas suas instituições são responsáveis pelo crime de adotar uma política contra o Islã na Holanda, porque cada um deles é capaz de acabar com a blasfêmia", concluiu Mujahid.

O Executivo afegão já condenou o concurso como um "ato desumano" que vai contra os padrões morais, de direitos humanos e liberdade de expressão, segundo o Ministério de Relações Exteriores.

O concurso de caricaturas do profeta Maomé está sendo organizado pelo parlamentar e líder do ultradireitista Partido pela Liberdade, Geert Wilders, que recebeu até ameaças de morte pela ideia.

Apesar de considerar que este evento é "desrespeitador" e "provocador", o Governo holandês apoiou publicamente a liberdade de expressão do político para realizar o concurso nos escritórios de seu partido no Parlamento holandês.