PUBLICIDADE
Topo

Mudança climática coloca em perigo futuro das crianças, informa Unicef

31/08/2018 12h51

Nova York, 31 ago (EFE).- A mudança climática está colocando em perigo o bem-estar das crianças e ameaça o futuro das mesmas, advertiu nesta sexta-feira o Unicef, que afirma que o forte calor e os desastres deste ano são amostras do que está por vir.

A agência da ONU para a infância considera que as altas temperaturas dos últimos meses no Hemisfério Norte, as inundações na Índia e os incêndios nos Estados Unidos oferecem "uma visão do mundo que estamos criando para as gerações vindouras".

"À medida que há mais eventos climáticos extremos que aumentam as emergências e crises humanitárias, são as crianças que pagam o preço mais alto", apontou em comunicado o diretor de Programas do Unicef, Ted Chaiban.

A agência lembra que este tipo de clima extremo está alinhado com os prognósticos feitos por vários cientistas sobre os efeitos da mudança climática.

"Os piores impactos da mudança climática não são inevitáveis, mas o momento de atuar é agora", insistiu Chaiban, que considerou "vital" que os Governos tomem "medidas concretas para proteger o futuro dos crianças e seus direitos".

Porém, a curto prazo, o Unicef lembrou que as ondas de calor, as inundações e as secas estão tendo graves efeitos na infância.

O calor, por exemplo, põe a saúde das crianças em um especial risco, dado que seus corpos se ajustam mais devagar do que o dos adultos às mudanças de temperatura.

Os bebês de menos de um ano são particularmente afetados por esse problema e são mais proclives a morrer caso forem expostos a altas temperaturas, lembra o Unicef.