PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Cazaquistão e Gâmbia debatem cooperação na OCI

19/09/2018 13h37

Astana, 19 set (EFE).- O ministro de Relações Exteriores da Gâmbia, Mamadou Tangara, que realiza sua primeira visita oficial ao Cazaquistão, discutiu nesta quarta-feira com o chanceler do país, Kairat Abdrakhmanov, as perspectivas de colaboração dentro da Organização para a Cooperação Islâmica (OCI).

"A experiência do Cazaquistão para construir diálogo é interessante para nós. O diálogo interétnico e ecumênico é importante. Devemos manter relações fraternais e nos esforçar para dialogar", afirmou Tangara.

O ministro da Gâmbia, que enfatizou a importância sobre os pontos que unem os dois governos, elogiou as relações do Cazaquistão com seus vizinhos.

"O Cazaquistão tem vizinhos poderosos e tem relações pacíficas com eles. Temos muito o que aprender com os senhores. Eu gostaria que o Cazaquistão fosse mais ativo na África", explicou.

Abdrakhmanov agradeceu a Gâmbia pelo apoio à candidatura do país centro-asiático para o Conselho de Segurança da ONU e em todas as iniciativas de paz de Astana.

"Cerca de 70% da agenda do Conselho de Segurança da ONU está ocupada com questões de paz e segurança no continente africano", disse o ministro cazaque.

Abdrakhmanov afirmou também que no próximo ano a Gâmbia desempenhará um papel-chave da OCI.

"Durante nossa reunião, discutimos eventos tão importantes como a Reunião de Ministros de Exteriores da OCI e a cúpula de tal organização. O Cazaquistão ajudará a Gâmbia na preparação destes grandes eventos", disse.

Os ministros também discutiram medidas para encorajar e apoiar o diálogo interétnico, que será o tema principal do próximo congresso de líderes das religiões mundiais e tradicionais, que será realizado entre 9 e 10 de outubro em Astana.

Internacional