Topo

Trump revela 2 soldados identificados entre restos entregues por Kim Jong-un

20/09/2018 17h01

Washington, 20 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, revelou nesta quinta-feira os nomes dos dois primeiros soldados americanos da Guerra da Coreia identificados entre os restos mortais que estavam nas 55 urnas entregues pela Coreia do Norte no final de julho.

"O sargento do Exército Charles H. McDaniel, 32 anos, da cidade de Vernon, em Indiana, e o soldado William H. Jones, 19 anos, de Nash County, na Carolina do Norte, são os primeiros restos de americanos (procedentes) da Coreia do Norte, como resultado de minha cúpula com o líder Kim (Jong-un)", escreveu Trump no Twitter.

O anúncio vem dias após o Pentágono ter informado que os restos mortais foram identificados com total segurança após serem obtidos resultados positivos nos três principais elementos do processo de reconhecimento: amostras de DNA, radiografias de tórax e amostras dentais.

Os restos dos dois militares estavam entre as 55 urnas entregues pelo regime norte-coreano como parte dos acordos firmados entre Trump e Kim na reunião entre ambos realizada em Singapura no dia 12 de junho.

Segundo explicou o diretor da agência de contabilização de desaparecidos em combate e prisioneiros de guerra do Departamento de Defesa dos EUA (DPAA, na sigla em inglês), Kelly McKeague, essas urnas podem conter os restos de até cem militares.

"Esses heróis estão em casa, que descansem em paz. Esperamos que suas famílias possam fechar as feridas", comentou Donald Trump na rede social.