PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Cancelamento de reunião com a Índia "decepciona" presidente do Paquistão

22/09/2018 11h26

Islamabad, 22 set (EFE).- O presidente do Paquistão, Imran Khan, disse neste sábado ter ficado decepcionado pelo arrogante cancelamento da Índia de uma reunião entre os ministros das Relações Exteriores de ambos os países prevista para a semana que durante a realização da Assembleia Geral da ONU, em Nova York.

"Decepcionado pela arrogante e negativa resposta da Índia à minha tentativa para retomar os diálogos de paz. No entanto, toda minha vida tive que lidar com pequenos homens ocupando grandes escritórios que não têm a visão necessária para ver a situação completa", disse Khan no Twitter.

A reação do presidente do Paquistão se soma à expressada pelo Ministério das Relações Exteriores do país, que considerou "errado" o cancelamento do evento pela Índia apenas 24 horas depois de ter confirmado sua participação nele.

"Acreditamos que com este errado cancelamento da reunião, a Índia desperdiçou mais uma vez uma oportunidade séria de mudar a dinâmica da relação bilateral e colocar a região no caminho para a paz e o desenvolvimento", afirmou Islamabad ontem em comunicado.

O Paquistão considerou "pouco convincentes" as razões apresentadas pela Índia para desconvocar a reunião, depois que o país vizinho se referiu a um recente assassinato de um guarda fronteiriço por "agentes com base no Paquistão" e ao lançamento de uma série de selos baseados na Caxemira Indiana "glorificando um terrorista e o terrorismo".

Internacional