PUBLICIDADE
Topo

Irã acusa "regime estrangeiro" de atentado e promete rápida resposta

22/09/2018 07h06

Teerã, 22 set (EFE).- O Irã responsabilizou neste sábado "um regime estrangeiro" patrocinado pelos Estados Unidos pelo atentado ocorrido durante um desfile militar na cidade de Ahvaz, no sudoeste do país, e advertiu que dará "uma resposta rápida e decisiva".

O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohammad Javad Zarif, disse em sua conta no Twitter que o "Irã responsabiliza os patrocinadores do terrorismo na região e seus senhores americanos" do ataque de Ahvaz, onde morreram pelo menos 12 pessoas, entre civis e militares.

Embora sem citar, Zarif se referiu a Arábia Saudita, país ao qual o porta-voz dos Guardiões da Revolução, Ramazan Sharif, acusou hoje de financiar o movimento árabe Alahvazie, suposto autor do atentado.

"Os terroristas recrutados, treinados, armados e financiados por um regime estrangeiro atacaram Ahvaz. Crianças e jornalistas estão entre as vítimas", escreveu Zarif.

O chanceler também advertiu que o "Irã responderá rápida e decisivamente em defesa das vidas iranianas".

Por sua vez, o porta-voz dos Guardiões denunciou que este ato teve o objetivo de "ofuscar a grandeza do desfile das Forças Armadas".

O desfile militar em Ahvaz era realizado, como em outras cidades do país, por ocasião da Semana da Sagrada Defesa, que lembra a guerra entre Irã e Iraque.

Os terroristas abriram fogo contra os presentes ao evento e militares que desfilavam, causando pelo menos 12 mortes e deixando dezenas de feridos.

No ataque participaram quatro terroristas, todos vestidos de militares, dos quais dois foram mortos no ato, um faleceu pouco depois por conta dos ferimentos e um foi preso.