PUBLICIDADE
Topo

Inundações já causaram 141 mortes na Nigéria nas últimas semanas

24/09/2018 17h28

Abuja, 24 set (EFE).- As inundações causadas por fortes chuvas na Nigéria, que devem aumentar nos próximos dias, já causaram 141 mortes nas últimas semanas, segundo avaliações realizadas pela Cruz Vermelha e pela Agência Nacional de Gestão de Emergências (NEMA).

De acordo com as duas partes, que estão coordenando esforços, "o impacto das inundações resultou 141 mortes", informou a Cruz Vermelha em comunicado.

NEMA afirmou em outro documento que é provável que as chuvas, que inundaram comunidades devido ao transbordamento dos rios Níger e Benué, se intensifiquem até o início de outubro. No total, 265 pessoas ficaram feridas e 241.326 residências foram afetadas em 692 comunidades, segundo o órgão.

Também aumentaram os casos de diarreia nos quatro estados afetados, o que representa mais de 80% do país. Essas já são consideradas as piores inundações desde 2012.

A Cruz Vermelha tenta arrecadar 5,4 milhões de francos suíços (cerca de 22,7 milhões) que serão usados para socorrer as vítimas com alojamento de emergência, alimentação e higiene. A meta é que esse dinheiro ajude aproximadamente 300 mil pessoas em dez estados durante os próximos nove meses, de acordo com a organização.

O governo nigeriano anunciou na semana passada uma verba de três bilhões de nairas (R$ 39,7 milhões) para a ajudar os afetados, número que equivale a um terço do que é considerado necessário para o cuidado das vítimas.