PUBLICIDADE
Topo

Ministro de Interior da Itália defende castração química para estupradores

24/09/2018 16h14

Roma, 24 set (EFE).- O ministro de Interior da Itália, Matteo Salvini, disse nesta segunda-feira que estupradores precisam de um castigo exemplar e defendeu a castração química dessas pessoas, após a divulgação da notícia de que uma jovem estrangeira foi agredida e estuprada ontem em Florença.

"Uma estudante de 21 anos da Mongólia foi estuprada em Florença. A Polícia prendeu um romeno de 25 anos, sem residência fixa e com antecedentes criminais. Os monstros que estupram merecem punições exemplares e, como em outros países europeus, a aplicação da castração química", afirmou Salvini.

De acordo com a Polícia, o fato aconteceu ontem à noite em uma rua dos arredores de Florença. A jovem foi atacada por um homem, empurrada no chão e arrastada por vários metros, antes de o abuso sexual ser praticado. Hoje, um romeno foi detido em um prédio abandonado e acusado do crime.

A Polícia afirmou que um pedestre o surpreendeu enquanto ele cometia o ato e o homem fugiu, deixando cair documentos e um telefone celular.