PUBLICIDADE
Topo

Ministro de Interior britânico diz que não haverá novo referendo sobre Brexit

25/09/2018 12h37

Madri, 25 set (EFE).- O ministro de Interior do Reino Unido, Sajid Javid, afirmou nesta terça-feira que não haverá um segundo referendo sobre o Brexit, pois isso "não respeitaria a opinião dos cidadãos".

Durante o Fórum de Líderes organizado pela Agência Efe em Madri (Espanha), Javid foi perguntado sobre essa hipótese e a descartou completamente.

"Não haverá (um novo referendo). Este governo nunca será a favor", ressaltou o ministro, para quem o caso é uma questão de democracia.

Ele se mostrou convencido de que haverá uma política de mobilidade que acompanhará os futuros acordos comerciais entre o Reino Unido e a União Europeia depois de efetivada a saída do bloco, em 29 de março de 2019, com um período de transição até janeiro de 2021.

"Durante esse período nada mudará em matéria de imigração, porque nesse tempo será aplicada a legislação vigente e haverá liberdade de movimentos", disse o ministro.

O gabinete da primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, começou a debater sobre esse impacto e conta com um relatório elaborado por um comitê independente.

"Quando o Brexit acontecer, será preciso redesenhar o sistema de imigração. Ontem, nós conversamos (em reunião do gabinete de May) e está sendo moldado. Não podemos fechar 100%, mas algumas questões claras são que quando deixarmos a União Europeia, em janeiro de 2021, será evitada a liberdade de movimento entre fronteiras. Queremos implantar um sistema novo para permitir a chegada de trabalhadores preparados", afirmou.