PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump prevê que Irã seguirá caminho da Coreia do Norte e o fará topar diálogo

25/09/2018 16h31

Nações Unidas, 25 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, previu nesta terça-feira que o Irã seguirá uma trajetória similar à da Coreia do Norte nas relações com o governo americano, um movimento que o fará aceitar realizar "conversas significativas" com o regime dos aiatolás no futuro.

"Acredito que, em algum momento, eles vão querer negociar. Até agora eu disse que não. Fui eu quem disse não, não eles. A imprensa não informou bem sobre isso. Em algum ponto, teremos conversas significativas e provavelmente chegaremos a um acordo. Não sei como isso pode ser bom para eles se não for assim", afirmou Trump.

As declarações foram feitas por Trump antes de uma reunião com o presidente da Colômbia, Iván Duque. Para o presidente americano, o Irã mudou muito desde o ano passado, especialmente devido à atual crise econômica enfrentada pelo país.

"Agora eles têm protestos nas ruas. Têm uma inflação horrível, a pior do mundo. A moeda deles é um desastre. Tudo no Irã está falindo atualmente", afirmou o republicano.

Para explicar como as relações dos EUA com o Irã podem evoluir, Trump citou como exemplo a mudança da retórica utilizada por ele para falar sobre a Coreia do Norte na Assembleia Geral da ONU.

No ano passado, o presidente americano ameaçou destruir o país e disse que o "pequeno homem-foguete", uma referência a Kim Jong-un, estava em uma "missão suicida".

"Há uma tremenda diferença se você olhar entre hoje e o ano passado, maior do que alguém poderia entender porque nós sabemos o que está ocorrendo nos bastidores", afirmou o republicano.

"Confio que teremos uma trajetória similar", previu Trump ao comparar a situação do Irã com a da Coreia do Norte.

Internacional