PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Erdogan diz que não deixará Maduro "sozinho" e estuda visitar a Venezuela

28/09/2018 06h51

Ancara, 28 set (EFE).- O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, declarou que "não deixará sozinho" o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e afirmou que está estudando a possibilidade de visitar o país sul-americano, de acordo com informações publicadas nesta sexta-feira pela imprensa turca.

"A Turquia não deixará Maduro sozinho", afirmou Erdogan, de Nova York (Estados Unidos), antes de seguir para a Alemanha, onde começou ontem uma visita oficial de três dias.

Erdogan afirmou que existe a possibilidade de viajar para a Venezuela depois da cúpula do G-20, que será realizada na Argentina, nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro.

"Se a agenda do presidente (Maduro) permitir, podemos realizar uma visita oficial", disse.

O ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu, já esteve na semana passada na Venezuela, onde assegurou que seu país estava fazendo tudo o que for necessário para ajudar o país sul-americano.

Durante essa viagem, Cavusoglu assinou dois acordos de cooperação para fortalecer as relações diplomáticas entre os dois países.

Internacional