PUBLICIDADE
Topo

Presidente do Sudão do Sul ordena libertação de prisioneiros de guerra

28/09/2018 08h35

Juba, 28 set (EFE).- O presidente de Sudão do Sul, Salva Kiir, ordenou nesta sexta-feira libertar todos os prisioneiros de guerra e os presos políticos, para atender aos termos do acordo de cessar-fogo assinado entre governo e oposição.

No decreto presidencial, cujo conteúdo foi divulgado pela rádio estatal, se ordena ao Exército "libertar todos os prisioneiros de guerra e detidos imediatamente e parar o recrutamento e a formação de qualquer outra nova força militar".

Os prisioneiros de guerra e os presos políticos serão entregues pelos militares a uma "terceira parte", segundo o decreto, sem dar mais detalhes.

O acordo de paz assinado entre as partes em Cartum em agosto passado prevê que a libertação dos presos seja feita sob a supervisão do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV)

Além disso, o decreto assinado por Kiir exigiu de todos seus comandantes que não façam represálias contra eventuais ataques de forças opositoras.