PUBLICIDADE
Topo

Internacional

França apoia pedido de investigação sobre Venezuela no TPI

29/09/2018 20h09

Paris, 29 set (EFE).- A França manifestou neste sábado apoio ao procedimento do Tribunal Penal Internacional (TPI) sobre a Venezuela, após o pedido de seis países do continente americano para que esse órgão acelere a abertura de uma investigação por supostos crimes cometidos contra a humanidade.

Em comunicado, a presidência francesa afirmou que os esforços do TPI são pertinentes para "estabelecer os fatos que levaram a esta crise e contribuir para encontrar uma solução".

O governo francês mostrou grande preocupação com os últimos acontecimentos da crise venezuelana, "em particular a deterioração da situação econômica que obriga milhares de pessoas a se exilarem e procurarem refúgio" no resto da América do Sul e fora da região.

A Venezuela já está sendo acompanhada de forma preliminar pelo órgão desde fevereiro. Na quinta-feira, seis países - Colômbia, Argentina, Chile, Paraguai, Peru e Canadá - pediram que o TPI investigue os supostos crimes contra a humanidade ocorridos na Venezuela nos últimos quatro anos e que determine se uma ou mais pessoas devem ser acusadas como responsáveis.

O Eliseu, que lembrou o apoio da França aos países que acolhem refugiados, reiterou sua mensagem "às autoridades venezuelanas para que iniciem o diálogo com a oposição para restabelecer os funcionamento democráticos das instituições".

"É preciso encontrar uma saída para a crise política e contribuir para a recuperação da economia venezuelana", afirmou o governo francês no comunicado.

Esta é a primeira vez, em 16 anos de história do TPI, que um grupo de países remete a situação de um terceiro ao órgão.

Internacional