PUBLICIDADE
Topo

Governo dos EUA pede pena de morte para autor de atentados em Nova York

29/09/2018 13h19

Nova York, 29 set (EFE).- Quase um ano depois do atentado terrorista em Nova York que matou oito pessoas, o governo americano pediu a pena de morte para o autor do crime, o uzbeque Sayfullo Saipov, de 30 anos.

A promotoria informou ao juiz do caso, Vernon S. Broderick, do tribunal federal no distrito de Manhattan, que pedirá a pena de morte caso Saipov seja considerado culpado. O julgamento está previsto para começar no dia 7 de outubro de 2019.

De acordo com a promotoria, o acusado, que é seguidor do Estado Islâmico, segundo as autoridades, não mostrou arrependimento, motivo pelo qual uma prisão perpétua seria perigosa caso o criminoso continue a apoiar o grupo jihadista da prisão.

O Departamento de Justiça americano fez a recomendação da pena de morte na quinta-feira passada e a promotoria a informou ao juiz Broderick, uma decisão que foi refutada pelos advogados de Saipov.

A defesa de Saipov tinha oferecido à promotoria uma declaração de culpabilidade do cliente em troca da prisão perpétua para evitar a pena de morte, o que não foi aceito pelas autoridades. Após os atentados o presidente Donald Trump chegou a pedir a pena de morte para Saipov em mensagem publicada no Twitter.

No dia 31 de outubro de 2017, a cidade de Nova York parou após um homem usar uma caminhonete para atropelar ciclistas e pedestres em uma área tranquila próxima ao chamada Marco Zero, onde ocorreram os atentados contra as Torres Gêmeas.