PUBLICIDADE
Topo

Exército israelense bombardeia Gaza após ser alvo de lançamento de foguete

Em Jerusalém

25/10/2018 00h08

O Exército de Israel bombardeou alvos militares na Faixa de Gaza após ser alvo do disparo, no final da noite de quarta-feira (24), de um foguete a partir do território palestino.

"Esta noite, um foguete foi lançado da Faixa de Gaza contra território israelense. Em resposta, há pouco, aviões de combate das Forças de Defesa de Israel bateram oito alvos militares em três complexos do Hamas na Faixa de Gaza", informou o Exército, em comunicado pouco depois das 4h (horário local, 22h de quarta-feira em Brasília).

Entre os alvos estavam "um complexo militar no norte de Gaza, um centro de treino e um armazém e centro de fabricação de armas no sul da Faixa", informa a nota militar.

O Exército israelense considera o movimento Hamas - que controla de fato o território e é considerado grupo terrorista por Israel, União Europeia, Estados Unidos e outros países - responsável por "todos os eventos que ocorram em Gaza e emanem dela" e adverte que "sofrerá consequências pelo terror que tem feito contra civis israelenses".

Além disso, ressalta que o Exército está preparado para "uma ampla gama de cenários".

Antes da meia-noite, alarmes antiaéreos foram disparados nas comunidades próximas a Gaza.

Logo depois, o Exército anunciou que o sistema antimísseis Cúpula de Ferro tinha sido ativado, "lançando um interceptador em direção ao projétil".

De acordo com o site de notícias Times of Israel, o Cúpula de Ferro não conseguiu interceptar o foguete, que caiu em um campo aberto, mas sem causar vítimas.

O violento incidente ocorre uma semana depois que um foguete lançado de Gaza ter atingido uma casa em Beer Sheva, que ficou destruída, mas a mãe e seus três filhos que residiam no local conseguiram se salvar, correndo para o refúgio antiaéreo (obrigatório em todos os imóveis no país), assim que ouviram as sirenes.

Outro foguete caiu no mar, perto da costa de Tel Aviv.