PUBLICIDADE
Topo

Ataques contra força da ONU no Mali deixam 2 mortos e 8 feridos

27/10/2018 16h42

Bamaco, 27 out (EFE).- Dois "boinas azuis" da Missão das Nações Unidas no Mali (Minusma) morreram e oito ficaram feridos em dois ataques ocorridos no centro e no norte do país, informou neste sábado essa força da ONU em comunicado.

O ataque mais grave teve como alvo uma base da Minusma em Ber (norte do país, na região de Timbuktu), depois que várias caminhonetes aparelhadas com lança-granadas e metralhadoras rodearam a base e seus ocupantes começassem a disparar.

Embora os soldados, todos burquinenses, tenham conseguido repelir o ataque e obrigar os agressores a fugir, perderam dois soldados na ação e cinco ficaram feridos.

Horas depois, um veículo da Minusma no qual viajavam soldados togoleses passou por uma bomba-armadilha em uma estrada em Kona (região de Mopti, no centro do país) e três deles ficaram feridos, dois em estado grave.

O chefe da Minusma e representante especial do secretário-geral da ONU para o Mali, Mahamat Saleh Annadif, condenou o ataque e lembrou que as ações contra os "boinas azuis" podem ser consideradas crimes de guerra, segundo o direito internacional.

A violência no Mali se tornou endêmica e praticamente não há um dia em que não se registre um atentado contra o exército ou contra a Minusma ou que não ocorram enfrentamentos armados entre grupos tuaregues rivais ou entre caçadores e agricultores pelo controle da terra.