PUBLICIDADE
Topo

Gângster retratado em filme "Os Infiltrados" é assassinado em prisão nos EUA

30/10/2018 17h33

Washington, 30 out (EFE).- O famoso gângster James "Whitey" Bulger foi assassinado nesta terça-feira em um presídio de segurança máxima no estado da Virgínia Ocidental (EUA), para onde tinha sido transferido poucas horas antes, segundo fontes citadas pelo jornal "The Boston Globe".

Bulger, de 89 anos e imortalizado pelo ator Jack Nicholson no filme "Os Infiltrados", de Martin Scorsese, foi o chefe da máfia irlandesa na cidade de Boston nos anos 70 e 80.

Durante essas décadas, a gangue de Bulger, baseada no sul de Boston, e seus rivais da máfia italiana, com conexões em Nova York, protagonizaram uma sangrenta batalha pelo controle de atividades ilegais.

Bulger fugiu em 1994 de Boston e viveu durante 16 anos escondido em um apartamento simples em Santa Monica, na Califórnia, junto com a namorada, Catherine Greig.

Diante das dificuldades para localizá-lo, agentes federais se concentraram em descobrir o paradeiro de Catherine, uma apaixonada por cirurgias estéticas, que finalmente foi encontrada em 2011 acompanhada de Bulger, que tinha trocado de nome.

Em 2013, "Whitey" foi condenado a duas penas de prisão perpétua por 11 assassinatos cometidos durante seus anos à frente da Winter Hill Gang, que controlava grande parte do tráfico de drogas, extorsão e apostas ilegais em Boston.

O gângster foi fugitivo da Justiça americana durante mais de 16 anos e aparecia junto com o terrorista Osama bin Laden na lista dos criminosos mais procurados nos Estados Unidos.