PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Parlamento Europeu diz que não conclusão de acordo com Mercosul seria um erro

30/10/2018 17h29

Montevidéu, 30 out (EFE).- O Parlamento Europeu (PE) considera que uma possível não conclusão do acordo comercial entre a União Europeia (UE) e o Mercosul será um "erro histórico fatal", disse a jornalistas nesta terça-feira, em Montevidéu, o eurodeputado português Francisco Assis.

De acordo com o parlamentar, "não há nenhuma razão válida para não avançar até o final deste processo".

"Será um erro histórico fatal se agora não formos capazes de concluir o acordo político e comercial entre a União Europeia e o Mercosul", afirmou Assis, que faz em uma viagem oficial com uma delegação do PE e hoje se reuniu com o Parlamento do Mercosul (Parlasur).

No entanto, o político português afirmou que ainda há alguns temas que precisam ser solucionados, como as negociações da parte europeia sobre as importações de produtos agrícolas do Mercosul.

"Há alguma resistência de alguns setores europeus, mas tenho certeza de que vamos superar", disse.

Além disso, Assis relatou resistências por parte do Mercosul aos pedidos europeus nos temas de "segurança marítima, em questões do setor automotivo, do setor lácteo e do setor das indicações geográficas".

Já o presidente do Parlasur, Tomás Bittar, elogiou como "fantástica" a vontade política dos eurodeputados em chegar a um acordo.

"Há uma vontade política enorme para que tudo siga adiante e, inclusive, (que o acordo entre os blocos) seja firmado antes do fim do ano", declarou o político paraguaio.

Internacional