PUBLICIDADE
Topo

Erdogan não descarta se reunir com príncipe saudita no G20

22/11/2018 13h37

Istambul, 22 nov (EFE).- O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, não descarta se reunir na semana que vem com o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, durante a cúpula do G20 que será realizada em Buenos Aires, segundo afirmou nesta quinta-feira o porta-voz da presidência turca, Ibrahim Kalin.

A Arábia Saudita confirmou na segunda-feira que Bin Salman, apontado pela Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA) como o provável mentor do assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi em Istambul, comparecerá à cúpula nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro.

"Olharemos a programação. Pode ser", disse Kalin, citado pela agência turca "Anadolu", em resposta a uma pergunta sobre a possibilidade de Erdogan se reunir com o príncipe saudita, que deve se encontrar também com o presidente dos EUA, Donald Trump.

A Turquia denunciou a falta de colaboração das autoridades sauditas no esclarecimento do assassinato de Khashoggi, ocorrido no dia 2 de outubro no consulado da Arábia Saudita em Istambul, mas não acusou diretamente o príncipe de estar envolvido no caso.