PUBLICIDADE
Topo

May diz que definiu a declaração do Brexit adequada para o Reino Unido

22/11/2018 12h42

Londres, 22 nov (EFE).- A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse nesta quinta-feira que a declaração do Brexit fechada com a Comissão Europeia (CE, órgão executivo da UE) é a "adequada" para o Reino Unido porque atende à vontade expressada pelos eleitores no referendo de 2016.

Em pronunciamento feito em frente à residência oficial da governante, May afirmou que o acordo preliminar com a UE sobre o Brexit mostra um bom futuro para o país e garantiu que está "decidida" a fazer com que seja aprovado no Parlamento.

"Este é o acordo adequado para o Reino Unido. Atende aos votos do referendo, devolve o controle das nossas fronteiras, o nosso dinheiro, as nossas leis e ao mesmo tempo protege os empregos, a segurança e a integridade do Reino Unido", comentou.

May informou que já avisou ao seu gabinete sobre a declaração estipulada e que divulgará mais detalhes nesta tarde na Câmara dos Comuns.

"Trata-se de um acordo entre o Reino Unido e a Comissão Europeia, e agora os líderes da União Europeia têm que analisar antes da cúpula de domingo" do Conselho, frisou.

Sobre a reunião de domingo, a primeira-ministra disse que conversará com os representantes dos demais países europeus, incluindo o chanceler austríaco, Sebastian Kurz, com o qual se reunirá nesta quinta-feira em Londres.

"No sábado retornarei a Bruxelas para outra reunião com o presidente (da Comissão Europeia, Jean-Claude) Juncker para decidir como concluir este processo para o interesse de nossos povos", ressaltou.

"O povo britânico quer que isto seja resolvido, quer um bom acordo que nos situe no caminho de um futuro brilhante. O pacto está ao nosso alcance e estou determinada concluí-lo", ressaltou May em alusão à aprovação do acordo no Parlamento.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, informou nesta quinta-feira que os negociadores da UE e do Reino Unido definiram um texto sobre a futura relação entre Londres e Bruxelas após o Brexit, que se materializará em 29 de março de 2019.