PUBLICIDADE
Topo

Milhares de camponeses marcham em Mumbai para pedir perdão por empréstimos

22/11/2018 11h35

Nova Délhi, 22 nov (EFE).- Milhares de camponeses marcharam nesta quinta-fiera na cidade de Mumbai, no oeste da Índia, para pedir ao Governo perdão pelos seus empréstimos após as enormes perdas provocadas pela seca, que estão asfixiando os agricultores.

Os camponeses convocados pelo movimento de trabalhadores Lok Sangharsh Morcha percorreram as ruas da cidade para exigir o cumprimento de medidas de apoio às quais o Governo regional de Maharashtra, do qual Mumbai é capital, já tinha se comprometido em março.

A maré humana, formada em sua maioria por trabalhadores do campo e membros das comunidades tribais, chegou a transbordar as ruas das metrópoles, completando um percurso de várias dezenas de quilômetros.

Ravi Bhilane, um dos líderes e porta-voz dos agricultores, declarou à Agência Efe por telefone que suas demandas estão relacionadas com o uso de terras do Estado e a aplicação de isenções às dívidas dos camponeses afetados pela seca.

"Queremos que o Governo transfira uma parte do território florestal às comunidades rurais em cumprimento com a Lei de Direitos Florestais, para que as tribos possam conseguir seus direitos", afirmou o porta-voz.

Após a manifestação, os líderes dos camponeses se reuniram com o chefe de Governo de Maharashtra, Devendra Fadnavis.

O escritório do Governo de Maharashtra informou que Fadnavis se comprometeu a fazer cumprir com os direitos tribais sobre as terras florestais e tratará de "completar o processo o mais breve ".

Já em março, o Governo tinha ouvido as reivindicações dos camponeses, quando milhares chegaram a Mumbai após uma caminhada de mais de 200 quilômetros.