PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Governo mexicano condecora genro de Trump por renegociação do Nafta

27/11/2018 23h39

Cidade do México, 27 nov (EFE).- O governo do México condecorará com a Ordem da Águia Asteca o genro do presidente americano Donald Trump, Jared Kushner, por suas "significativas contribuições" durante a renegociação do Tratado de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta).

"Kushner desempenhou um papel fundamental ao longo de todo o processo, apoiando de maneira decidida o desenvolvimento das conversas comerciais entre ambos países, alcançando-se com isso resultados satisfatórios", informou a chancelaria mexicana em comunicado.

Segundo a Secretaria de Relações Exteriores do México, a participação de Kushner evitou "uma saída unilateral dos Estados Unidos" do Nafta, e "seu constante e eficaz envolvimento foi fundamental para conseguir um encerramento bem-sucedido das negociações".

Depois de longas e tensas negociações, o México e os Estados Unidos chegaram no final de agosto a um novo acordo comercial bilateral que deixava a porta aberta à entrada do Canadá.

Finalmente, o Canadá anunciou no último dia 30 de setembro sua incorporação ao novo tratado, conhecido como T-MEC, que deve ser assinado nesta sexta-feira em Buenos Aires.

Durante este período, Kushner visitou publicamente o México em duas ocasiões, a primeira em março quando teve um encontro com o presidente Enrique Peña Nieto no qual abordaram assuntos migratórios e uma possível reunião entre o governante mexicano e Trump, que nunca chegou a se concretizar.

Em julho, Kushner retornou ao país latino-americano junto a uma delegação de altos funcionários que se encontraram com o presidente eleito Andrés Manuel López Obrador, que assumirá a presidência neste sábado.

Precisamente hoje a Casa Branca informou que Ivanka Trump, filha do presidente americano e esposa de Kushner, comparecerá à posse de López Obrador.

A Ordem da Águia Asteca é a mais alta distinção outorgada a estrangeiros pelo México por serviços prestados ao país latino-americano.

A condecoração já foi entregue a figuras como Fidel Castro, Gabriel García Márquez, o rei Felipe VI da Espanha e Dwight D. Eisenhower, entre outros.

Kushner era considerado o principal interlocutor do México no governo de Trump e o encarregado de buscar a paz no Oriente Médio, embora no último mês de fevereiro tenha perdido o acesso à informação confidencial.

O status do genro de Trump na Casa Branca foi abalado após o vazamento à imprensa de que dispunha de acesso temporário a informações confidenciais sem que seus antecedentes tivessem sido averiguados.

Internacional