PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Putin expressa a Merkel "séria preocupação" de Moscou por situação na Ucrânia

27/11/2018 05h39

Moscou, 27 nov (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, expressou em uma conversa por telefone com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, a "séria preocupação" de Moscou pela decisão de Kiev de pôr seu exército em alerta e declarar estado de exceção em várias regiões do país, informou nesta terça-feira o Kremlin em comunicado.

Segundo a nota oficial, Putin disse a Merkel que o governo ucraniano tem "a plena responsabilidade" pela criação de "outra situação de conflito" na região e os riscos que esta possa acarretar.

Durante a conversa, o presidente russo avaliou ainda "as ações provocadoras" de Kiev no domingo passado, perto do estreito de Kerch, na Crimeia, e afirmou que os navios ucranianos incorreram em uma "grosseira violação do direito internacional".

"Vladimir Putin também disse confiar que Berlim influenciará nas autoridades ucranianas com o objetivo de dissuadi-las de passos irreflexivos no futuro", afirma o documento.

Putin acrescentou que representantes da Guarda Litorânea da Rússia estão dispostos a "oferecer explicações adicionais" sobre o desenvolvimento dos eventos na região do estreito de Kerch no domingo.

Internacional