Topo

Ataque do Al Shabab mata 5 soldados em base militar na Somália

2018-11-30T09:50:00

30/11/2018 09h50

Mogadíscio, 30 nov (EFE).- Pelo menos cinco soldados morreram nesta sexta-feira em um ataque do Al Shabab em uma base militar da Região Sudoeste da Somália, onde um ex-líder do grupo jihadista se candidatou às eleições locais, informaram à Agência Efe fontes das forças de segurança.

O atentado ocorreu no início da manhã em Goofgaduud Buurey, uma base do Exército da Somália e das Forças Especiais da Região Sudoeste, situada a cerca de 30 quilômetros da cidade de Baidoa.

Homens armados do grupo jihadista chegaram ao posto militar e, em seguida, rebeldes e soldados travaram um confronto de aproximadamente uma hora.

A situação continua tensa e os militares aguardam o envio de reforços, disse à Efe Mohammed Isak Osman, subchefe das Forças Especiais da Região Sudoeste em Baidoa.

Este episódio complica a situação em meio às tentativas do governo da Somália de impedir que Mukhtar Robow, um dos fundadores do Al Shabab e antigo porta-voz do grupo terrorista até sua deserção em 2012, seja candidato às eleições do também chamado Estado do Sudoeste.

O presidente somali, Mohamed Abdullahi Farmajo, ordenou a detenção de Robow, mas o ex-jihadista conta com o apoio dos clãs locais.

A Somália vive em um estado de guerra e caos desde 1991, quando foi derrubado o ditador Mohammed Siad Barre, o que deixou o país sem governo efetivo e nas mãos de milícias islamitas e senhores da guerra.

Mais Notícias