Topo

Alemanha lembra papel de Bush em sua reunificação

01/12/2018 11h30

Berlim, 1 dez (EFE).- O governo da Alemanha expressou neste sábado o seu pesar pela morte do ex-presidente dos Estados Unidos George H.W. Bush, a quem louvou por seu papel-chave para possibilitar a reunificação alemã.

O porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert, afirmou através do Twitter em Buenos Aires, onde se encontra junto com a chanceler Angela Merkel para a cúpula de líderes do G20, que a Alemanha lembrará sempre do presidente americano.

"Guardamos luto pelo presidente George H.W. Bush, um amigo dos alemães. Nunca esqueceremos sua contribuição para nossa reunificação", afirmou Seibert.

Nesse mesmo sentido se posicionou o ministro das Relações Exteriores, Heiko Maas, em comunicado no qual falou de Bush como um "grande estadista" e um "amigo da Alemanha", que "aproveitou com valentia a oportunidade de acabar com a Guerra Fria" em 1989, quando o Muro de Berlim caiu e os blocos foram derrubados "após décadas de confronto".

"Ele também é um arquiteto da unificação alemã, para a qual deu apoio incondicional desde o princípio. Nunca esqueceremos disso", afirmou Maas.

Poucos presidentes dos EUA foram capazes de "orientar" dessa maneira o seu país em "fases históricas de mudança", acrescentou o ministro social-democrata.