Topo

Macri anuncia que G20 chegou a acordo para revitalizar comércio mundial

01/12/2018 16h01

Buenos Aires, 1 dez (EFE).- O presidente da Argentina, Mauricio Macri, anunciou neste sábado que os líderes do G20, reunidos deste ontem em Buenos Aires, entraram em acordo para publicar uma declaração final que reflete a necessidade de revitalizar o comércio e que mostra a preocupação de todos com a mudança climática.

O consenso para revitalizar a Organização Mundial de Comércio (OMC) já tinha sido antecipado por representantes da União Europeia (UE) que participam do encontro encerrado por Macri hoje, após dois dias de deliberações no centro de convenções Costa Salguero.

"Entramos em acordo no comunicado que reflete a necessidade de revitalizar o comércio, de revitalizar a OMC, e que isso gera uma grande quantidade de desafios no setor", disse Macri.

Antes e durante a reunião, diplomatas previam dificuldades para que os países entrassem em acordo em temas como o sistema de comércio - que coloca em choque potências como os Estados Unidos e a China - e a mudança climática.

"Notificamos a preocupação de todos com a mudança climática. Nesta semana começa uma nova oportunidade na COP24 (na Polônia). Temos que melhorar as metas e dar um melhor cumprimento a elas", disse Macri diante dos líderes do G20.

Para o presidente da Argentina, o mundo avança quando o G20 consegue "melhores níveis de acordo" e entra em consenso para adotar linhas de ação mais eficientes, não só no setor financeiro.

Segundo Macri, a revolução tecnológica impõe um grande desafio sobre o futuro do emprego. Nesse sentido, é preciso que essa questão não seja separada da educação e da capacitação permanente.

"Outra coisa que ninguém mais discute e avançou na agenda é o empoderamento das mulheres", afirmou o anfitrião do evento.

"Também entramos em acordo para seguir buscando formas de ampliar a capacidade de construção de infraestruturas, porque é isso que nos permite gerar igualdade de oportunidade, especialmente nos países subdesenvolvidos. Mas hoje, isso também está sob a luz do desafio que representa nos adaptarmos à mudança climática", destacou.

Macri anunciou também que os países do G20 estão preocupados com o futuro da "alimentação sustentável". "Precisamos produzir mais alimentos, mas também de forma coerente com o cuidado do meio ambiente", explicou o presidente argentino.

"Tudo isso tem que ser realizado com a sustentabilidade da finança global. Sem grandes desequilíbrios e endividamentos, que depois levam a retrocessos que aumentam em muito os níveis de pobreza", concluiu Macri.