Topo

Protesto dos "coletes amarelos" termina com 288 presos e mais de 100 feridos

01/12/2018 18h53

Paris, 1 dez (EFE).- O ministro do Interior da França, Christophe Castaner, informou neste sábado que 288 pessoas foram presas e mais de 100 ficaram feridas, uma delas em estado grave, durante os protestos dos "coletes amarelos" em Paris.

"Todos os recursos da Polícia, da Gendarmaria e da Segurança Civil foram mobilizados hoje", explicou Castaner.

Segundo o ministro, 65 mil agentes foram colocados nas ruas de várias cidades do país. Em Paris, 4 mil homens faziam a segurança do protesto, número insuficiente para controlar os cerca de 3 mil manifestantes violentos identificados pelo governo.

O Arco do Triunfo, que foi pichado e invadido durante a manifestação na capital francesa, está sob controle das forças de segurança, segundo o ministro.

Castaner afirmou que ordenou que os agentes recuassem em várias oportunidades, entre elas na ocupação do histórico monumento, para não colocar a vida deles em risco.

Os bombeiros tiveram que apagar 187 incêndios pela cidade. Além disso, de acordo com o ministro, seis imóveis foram atacados por manifestantes, chamados por Castaner de "rebeldes".

Um manifestante ficou gravemente ferido e corre risco de morte depois de ser atingido por uma das grades que protege o Jardim das Tulherias. A cerca foi derrubada por outros integrantes do movimento dos "coletes amarelos".