Topo

Trump e Xi mostram otimismo em início de jantar sobre acordo comercial

01/12/2018 20h26

Buenos Aires, 1 dez (EFE).- Os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da China, Xi Jinping, mostram otimismo no início do jantar de trabalho deste sábado, em Buenos Aires, que pode ser essencial para conter a guerra comercial entre os dois países.

"Nossa relação é muito especial e acho que essa é a razão pela qual acabaremos conseguindo algo que será bom para a China e bom para os Estados Unidos", disse Trump no início do encontro.

Sentado na frente de Trump, Xi destacou a "amizade pessoal" com o presidente americano e pediu para que os dois colaborem para garantir a saúde da economia global.

"Só com cooperação entre nós poderemos promover o interesse da paz mundial e a prosperidade", disse o presidente chinês.

Trump dedicou boa parte das declarações iniciais para falar sobre a morte do ex-presidente americano George H. W. Bush. E não quis responder às perguntas dos jornalistas no início da reunião.

O jantar está sendo realizado no Palácio Duhau, propriedade do hotel Park Hyatt, onde Trump está hospedado durante a cúpula do G20.

Trump está acompanhado dos secretários de Estado, Mike Pompeo, e do Tesouro, Steven Mnuchin, do representante de Comércio Exterior, Robert Lighthizer, do genro do presidente, Jared Kushner, e do assessor de Segurança Nacional, John Bolton. Também participa do evento o principal assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow.

Xi também era assessorado por seus principais conselheiros, entre eles o chefe de gabinete do governo, Ding Xuexiang, o vice-primeiro-ministro de Finanças, Liu He, e o ministro de Relações Exteriores, Wang Yi.