Topo

Trump se reúne com Merkel e quer solução para desequilíbrio comercial com UE

01/12/2018 18h42

Buenos Aires, 1 dez (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se reuniu neste sábado, em Buenos Aires, com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e disse esperar que ambos trabalhem para solucionar o "desequilíbrio comercial" entre o país e a União Europeia (UE).

Trump, que tem uma relação fria com Merkel desde que chegou ao poder, se encontrou com a chanceler alemã depois do fim da cúpula do G20. Apesar das frequentes discordâncias entre os dois, o presidente americano afirmou que vê Merkel como uma "amiga".

"Temos uma grande relação de trabalho, que é muito importante. Vamos falar de comércio, de defesa e de muitas outras coisas", explicou Trump a jornalistas antes da reunião.

"Temos um desequilíbrio comercial tremendo, mas vamos regular isso. Será cada vez melhor e melhor, acho eu, com o passar do tempo. E nossa relação militar é muito boa, acredito que todos nos entendemos bem", acrescentou o presidente americano.

Trump elevou o tom das críticas à UE pelo déficit comercial dos EUA com o bloco. Em julho, chegou a afirmar que o Velho Continente é um "inimigo" do povo americano.

Merkel anunciou em outubro que não disputará a reeleição como líder da União Democrata-Cristã (CDU) e não será candidata ao cargo de chanceler em 2021. Trump aproveitou a oportunidade para elogiar a veterana política alemã pelo "incrível trabalho" e para ressaltar que todo o mundo político respeita Merkel.

Também antes da reunião, Merkel conversou brevemente com jornalistas e disse que discutiria com Trump temas relacionados à Organização Mundial de Comércio (OMC) e outros assuntos bilaterais.

Os dois se reuniram pouco antes da divulgação da declaração final do G20. No texto, os países que participam do evento defendem uma reforma da OMC por acreditar que ela não cumpre seus objetivos.

Outros assuntos da reunião, segundo Merkel, seriam Ucrânia, Síria e as violações da Rússia ao Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF), do qual os EUA pretendem se retirar.

A Casa Branca confirmou depois da reunião, em comunicado, que Merkel e Trump também discutiram como fortalecer a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e opções para melhorar a segurança energética na Europa.

Merkel também se reuniu hoje com o presidente da Rússia, Vladimir Putin. Os dois conversaram sobre a apreensão por parte do Kremlin de navios ucranianos no Mar Negro, um incidente que levou Trump a cancelar o encontro que teria com Putin em Buenos Aires.