PUBLICIDADE
Topo

Marido de Keiko Fujimori espera sua libertação para passar Natal em casa

24/12/2018 00h04

Lima, 23 dez (EFE).- O marido da líder opositora Keiko Fujimori, Mark Vito, disse neste domingo acreditar em que a sala de apelações aprove sua libertação nas próximas horas e possam passar o Natal juntos na sua casa.

"Temos fé, temos esperança que muito em breve este pesadelo vai acabar. Esperamos que nas próximas horas a sala de apelações dê uma resolução justa, jurídica e favorável para que Keiko passe o Natal em família", declarou Vito aos jornalistas, após visitá-la na prisão de mulheres em Lima.

A fundadora do partido Força Popular cumpre prisão preventiva de 36 meses, desde novembro, enquanto é investigada por suposta lavagem de dinheiro.

A Promotoria anticorrupção diz que Keiko tinha conhecimento que seu partido recebeu financiamento não declarado de algumas empresas, como da brasileira Odebrecht, para a campanha eleitoral de 2011 e que buscaram falsos financiadores para registrar o dinheiro sob seu nome.

A da também ex-legisladora apelou de sua detenção preventiva, assegurando que não há perigo de fuga no seu caso, e a decisão sobre essa medida deve ser anunciada nos próximos dias.

A Segunda Sala Nacional de Apelações informou na quinta-feira passada que devido à intensa carga de trabalho que tem, ainda não emitiu a decisão sobre a apelação de Keiko, mas que o fará em um prazo razoável.

Vito acrescentou que há muita "angústia e incerteza" sobre o que vai acontecer com sua esposa, mas que "a família é o mais importante".

"As minhas filhas me perguntam todos os dias: 'Papai, mamãe volta hoje?'. A verdade é que não sei o que falar para elas, mas a esperança é a última que morre, temos fé de que as coisas vão acabar bem", finalizou Vito. EFE