PUBLICIDADE
Topo

Terremoto de magnitude 4,8 sacode Sicília e deixa 10 feridos

26/12/2018 10h27

(Atualiza com mais detalhes).

Roma, 26 dez (EFE).- Um terremoto de magnitude 4,8 na escala Richter sacudiu nesta quarta-feira, às 3h18 locais (0h18 em Brasília), a província de Catânia, na Sicília, no sul da Itália, deixando dez pessoas levemente feridas e provocando alguns danos e desmoronamentos, informaram os veículos de imprensa italianos.

O tremor, que está vinculado com a erupção do vulcão Etna registrada há dois dias, teve como epicentro as localidades de Viagrande e Trecastagni e aconteceu a uma profundidade de um quilômetro, informou o Observatório do Etna do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia.

Os dez feridos sofreram apenas pequenas contusões devido à queda de objetos, enquanto várias casas velhas e abandonadas desabaram parcialmente nas cidades de Fleri e Zafferana Etnea.

Em Fleri, uma família de quatro pessoas, mãe, pai e dois filhos mais novos, viram as paredes de sua casa desmoronarem, mas saíram ilesos, enquanto um idoso de 80 anos teve que ser resgatado entre os escombros.

Entre todos os feridos, uma idosa que sofreu várias fraturas é a de maior gravidade.

Desde a meia-noite de ontem ocorreram outros 11 tremores de pouca intensidade na região, o maior de magnitude 3,3 na escala Richter.

O chefe da Defesa Civil italiana, Angelo Borrelli, compareceu hoje à Sicília para conhecer a situação dos danos após os tremores provocados pela erupção do Etna.

Enquanto isso, a atividade do vulcão siciliano está diminuindo ligeiramente e ontem mesmo o aeroporto de Fontanarossa em Catânia voltou a funcionar plenamente.

O vulcão da ilha de Stromboli, que para alguns especialistas está interconectado com o Etna, também entrou ontem em atividade, gerando explosões, mas sem expelir lava.

Segundo um primeiro relatório da Defesa Civil, as seis localidades que sofreram mais danos são Zafferana Etnea, Acireale, Aci S.Antonio, Aci Catena, Aci Bonaccorsi e Santa Venerina onde cerca de 15 casas desmoronaram parcialmente.

O terremoto também danificou a Igreja de Maria Santíssima de Carmelo e a torre do sino desmoronou. Além disso, o sismo destruiu a estátua de Santo Emídio, considerado o protetor dos terremotos em Pennisi, um vilarejo de Acireale, e também provou danos à Igreja do Sagrado Coração em Santa Venerina. EFE