PUBLICIDADE
Topo

Morre aos 112 anos o homem mais velho dos EUA

28/12/2018 06h52

Washington, 28 dez (EFE).- Richard Overton, o homem mais velho dos Estados Unidos, morreu nesta quinta-feira aos 112 anos de idade em Austin (Texas) por causa de uma pneumonia, segundo informou sua família nas redes sociais.

Nascido em maio de 1906, Overton também era o ex-combatente americano mais velho da Segunda Guerra Mundial.

Na guerra, Overton serviu em um batalhão de engenheiros de aviação, integrado só por afro-americanos, na batalha do Pacífico.

"Esteve em Pearl Harbor quando os couraçados ainda pegavam fogo. Esteve em Okinawa. Esteve em Iwo Jima, onde disse, 'Só saí de lá pela graça de Deus'", relatou o ex-presidente dos EUA Barack Obama (2009-2017) durante uma homenagem a Overton em 2013.

Overton tinha se tornado em símbolo da sua cidade, Austin, que rebatizou com seu nome a pequena rua na qual morava no setor leste da capital texana, de maioria afro-americana.

Muitos curiosos iam até sua casa, onde costumava passar as horas na varanda fumando e bebendo uísque, sua receita da longevidade. As suas festas de aniversário, o 11 de maio, se tinham transformado em um fenômeno na cidade.

O governador do Texas, Greg Abbott, lamentou em comunicado a morte de Overton, a quem qualificou de "ícone americano e lenda texana". EFE