PUBLICIDADE
Topo

Sobe para 100 o número de mortos em explosão de oleoduto no México

24/01/2019 17h32

Cidade do México, 24 jan (EFE).- O número de mortos em decorrência da explosão de um oleoduto perfurado clandestinamente por ladrões de combustível ocorrida no último dia 18 em Tlahuelilpan, no estado mexicano de Hidalgo, subiu de 96 para 100 pessoas nas últimas horas.

Segundo informação do Instituto Mexicano do Seguro Social (IMSS), entre a noite de ontem e a manhã nesta quinta-feira quatro pessoas que eram atendidas em um hospital do Estado do México morreram, o que aumentou a magnitude da tragédia.

A instituição detalhou que no total 11 pessoas afetadas pela explosão continuam sendo atendidas em diversos hospitais do IMSS.

Nove delas estão sendo atendidas em um hospital da Cidade do México, uma no Estado do México e outra em Hidalgo.

No dia 18 de janeiro, um grupo de moradores do município de Tlahuelilpan, no estado de Hidalgo, perfurou um duto de combustível e começou a roubar, de uma forma muito rudimentar, a gasolina.

Após cerca de duas horas, e apesar da presença do exército que pouco pôde fazer para controlar a multidão de centenas de pessoas que se aproximaram para coletar gasolina, ocorreu uma forte explosão.

Desde que chegou ao poder em dezembro do ano passado, o presidente Andrés Manuel López Obrador começou um combate frontal ao roubo de combustível através dos dutos da empresa estatal Pemex, que gera perdas milionárias para a companhia.

Para tal fim, a segurança nos dutos foi reforçada com milhares de agentes e se intensificou o transporte de gasolina com caminhões-pipa, o que causou uma crise de desabastecimento em dez estados do país. EFE