PUBLICIDADE
Topo

Cuba informa que 12 feridos em tornado em Havana estão em estado grave

28/01/2019 17h48

Havana, 28 jan (EFE).- Doze das 172 pessoas feridas pela passagem de um tornado por Havana na noite de domingo estão internados em estado grave nos hospitais da capital de Cuba.

Os ventos acompanhados por fortes chuvas deixaram 3 mortos e importantes danos materiais em imóveis e infraestruturas nos distritos de Regla, Guanabacoa, San Miguel del Padrón, Diez de Ouctubre y Havana del Este.

O governo de Cuba começou a avaliar os impactos do tornado nesta segunda-feira. Havana foi atingida por rajadas de vento de cerca de 300km/h, de acordo com informações divulgadas pela imprensa local.

As autoridades ainda não divulgaram as identidades dos mortos. O governo cubano também não descarta que haja mais vítimas porque várias casas desabaram parcialmente ou totalmente durante o tornado.

As áreas afetadas amanheceram hoje com um cenário desvastador. Os escombros dos imóveis destruídos se misturava com as árvores e postes derrubados. Carros foram arrastados e caixa d'águas foram arracandas dos telhados no caminho percorrido pelo tornado.

O diretor-geral da Empresa Elétrica de Havana, Mario Castillo, citado pela Agência Cubana de Notícias, indicou que o fornecimento de energia já foi restabelecido para metade dos mais de 1 milhão de casas que ficaram sem luz na noite de ontem.

Por ordem do governo, pontos de venda de comida e bebida a preços baixos foram instalados para os moradores que não têm luz.

A última vez que um fenômeno desta magnitude atingiu Havana foi em 26 de dezembro de 1940, quando um grande tornado cruzou o sul da cidade, deixando 40 mortos e mais de 400 feridos. EFE