Topo

EUA e Israel bloqueiam visita do Conselho de Segurança da ONU à Palestina

14/02/2019 21h31

Nações Unidas, 14 fev (EFE).- O governo de Israel, com o apoio dos Estaos Unidos, bloqueou nesta quinta-feira uma iniciativa da Palestina e de países árabes para que o Conselho de Segurança da ONU visitasse os territórios ocupados pelos israelenses na região.

O embaixador de Israel na ONU, Danny Danon, disse nesta quinta-feira que falou com a presidência do Conselho de Segurança para deixar claro que o governo do país rejeita a iniciativa.

Segundo Dannon, Israel está disposto a receber visitas individuais de embaixadores na ONU, mas não como parte da ação palestina que, segundo ele, visa promover "falsa propaganda".

"A iniciativa palestina é parte de um esforço para apresentar uma falsa narrativa à comunidade internacional", disse o embaixador.

Fontes diplomáticas ouvidas pela Agência Efe disseram que os Estados Unidos, membro permanente do Conselho de Segurança da ONU e principal aliado de Israel, também se opôs à visita.

Tradicionalmente, para realizar esse tipo de viagem oficial, o Conselho de Segurança requer consenso entre seus 15 integrantes.

Por esse motivo, o presidente rotativo do órgão, Anatolio Ndong Mba, embaixador da Guiné Equatorial, consultou os representantes de diferentes países para discutir a proposta da viagem.

A iniciativa da Palestina foi proposta no início deste mês após a decisão de Israel de finalizar a Missão de Presença Temporária Internacional em Hebron (TIPH).

A missão foi autorizada nos Acordos de Oslo e criada em 1994 após o massacre da mesquita de Ibrahim, quando o colono judeu Baruj Goldstein matou 29 palestinos durante o Ramadã. EFE

Mais Internacional