PUBLICIDADE
Topo

Líder político dos talibãs não irá à próxima rodada de negociação com os EUA

21/02/2019 15h33

Cabul, 21 fev (EFE).- O novo chefe político dos talibãs, mulá Ghani Baradar, não participará da próxima rodada de negociação de paz com a delegação dos Estados Unidos.

"O mulá Baradar irá ao escritório político do Catar no seu devido tempo e acompanhará de perto o trabalho deles", disse à Agência Efe o porta-voz do grupo insurgente, Zabihullah Mujahid, sem dar detalhes sobre os motivos que o levaram a tomar a decisão.

Fontes próximas aos talibãs ouvidas pela Efe afirmaram que a expectativa era que Baradar liderasse as próximas delegações.

Mujahid disse que Baradar nomeou uma equipe negociadora formada por 14 pessoas. O grupo que irá ao Catar na próxima segunda-feira será liderado por Sher Muhammad Abbas, ex-líder da negociação.

Abdul Ghani Baradar, o verdadeiro nome do mulá Baradar, foi libertado pelo governo do Paquistão em outubro do ano passado. Antes de ser preso em 2010, ele era considerado o chefe militar talibã.

A libertação de Baradar coincidiu com os pedidos dos talibãs para negociar com um acordo de paz com os Estados Unidos. No entanto, os americanos preferiram deixar o caso com o governo do Afeganistão.

Os talibãs se negaram a negociar com os afegãos, mas, deste então, representantes dos insurgentes e americanos mantiveram contatos nos Emirados Árabes Unidos e no Catar. EFE