PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Vice-presidente dos EUA participará de reunião do Grupo de Lima na Colômbia

21/02/2019 14h02

Washington, 21 fev (EFE).- O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, viajará para a Colômbia na próxima segunda-feira para participar de uma nova reunião do Grupo de Lima.

A informação foi confirmada pela Casa Branca nesta quinta-feira. Em comunicado, o governo americano disse que Pence expressará apoio ao autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, e fará discurso sobre a necessidade de "encarar a trágica situação humanitária e a crise de segurança" no país.

"A luta na Venezuela é entre a ditadura e a democracia. Juan Guaidó é o único líder legítimo da Venezuela", ressaltou a porta-voz de Pence, Alyssa Farah, no comunicado divulgado pela Casa Branca.

Os EUA lideram a pressão internacional contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e aplicaram várias sanções contra integrantes do alto escalão do governo chavista e da direção da petrolífera estatal PDVSA, principal fonte de receita do país.

"Estamos orgulhosos de nos unirmos ao Grupo de Lima e outros aliados globais para mobilizar nossos recursos, oferecer alívio humanitário muito necessário e ficar ao lado do povo da Venezuela até que a democracia e a liberdade sejam restauradas", disse Farah.

No momento de sua criação, o Grupo de Lima tinha 14 países: Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Peru, Guiana e Santa Lúcia.

No entanto, na última reunião do bloco, em 4 de fevereiro, o México não enviou nenhum representante para o encontro, concretizando assim um afastamento que começou desde a posse de Andrés Manuel López Obrador, o novo presidente do país, em dezembro.

A crise política venezuelana se agravou em janeiro, quando Maduro tomou posse para um novo mandato de seis anos após vencer eleições questionadas pela oposição e pela comunidade internacional. Guaidó, então, se autoproclamou presidente interino do país. EFE

Internacional